Início > Dicas > Instalando plasmoid no KDE 4.1

Instalando plasmoid no KDE 4.1

Um dos rescursos bem interessantes que estou usando no KDE 4.1 betá é o “Widget”.

Os widgets são componentes de interface gráfica com o usuário (GUI). Qualquer item de uma interface gráfica é chamada de widget, como: janelas, botões, menus e itens de menus, ícones, barras de rolagem, etc.

O time KDE investiu pesado nesse termo, porém o seu próprio widget e chamado de plasmoid (uma referência a nova tecnologia usada no KDE 4 denominada plasma). No KDE 4.1 beta você pode instalar widgets de arquivos do karamba, plasmoid e até os famosos widgets do MacOS X Leopard.

Import widgets

O KDE 4.1 já vem com alguns plasmoids, mas ainda não tem uma vastidão tão grande disponível como o MacOS X, mas algumas pessoas se anteciparam ao lançamento e já é possível encontrar no KDE LOOK plasmoids bem interessantes como esse de WIFI.

plasmoid wifi

O lance todo é que a maioria tem que ser compilado (ainda) para ficar disponível no seu KDE 4. Bom o processo é bem simples, veja abaixo.

Primeiramente instale os pacotes necessários para a compilação. No meu kubuntu com kde 4.1 beta digitei o comando:

sudo apt-get install build-essential cmake libplasma-dev kdebase-workspace-dev kdelibs5-dev automoc

Depois de concluido a instalação dos itens necessários para a compilação, basta visitar o www.kde-look.org ir até a sessão plasmoid e escolher o seu plasmoid favorito. Escolhido seu plasmoid faça o download e em seguida abra um prompt de terminal e execute os passos abaixo (não precisa ser o root).

Descompacte –>  tar -xzvf <nome do pacote plasmoid baixado do site>
Entre no diretório –>  cd < nome do pacote recém descompactado>
Compilando –> cmake -DCMAKE_INSTALL_PREFIX=/usr/lib/ .
Compilando II –> make
Compilando III –> sudo make isntall

Aqui vale algumas explicações.  Comando cmake precisa saber em que diretório esta intalado meu KDE 4. No meu Kubuntu ele esta no diretório “/usr/lib/” e o sinal de “.” no final da linha indica ao mesmo que o programa deve ser compilado para o diretório que estou atualmente. O comando sudo no kubuntu serve para rodar um comando com os poderes de um usuário root. Isso é necessário na hora de instalar o applet plasma dentro do diretório do KDE definido acima.

Veja um screenshot da minha tela com KDE 4.1 repleta de plasmoids.

Desktop KDE 4.1 Beta com plasmoid

Anúncios
Categorias:Dicas Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: